terça-feira, 3 de março de 2009

A Espanha pós-carnaval

Agora que no Brasil o carnaval terminou e ano se iniciou de verdade, aqui na Espanha o 2009 também começa ganhar rosto. Deve porque entramos em março no ano do Sol, segundo uma amiga me disse.
As feições já traçadas do 2009 espanhol são mais ou menos assim: um novo cenário político com duas eleições confusas deste fim-de-semana - no País Vasco, que deixa de ser nacionalista pela primeira vez desde ditadura, e na Galícia, com vitória da oposição do governo, o PP - uma economia bem afundada, com a maior taxa de desemprego da Europa (15%), um presidente cada vez mais impopular e denúncias de corrupção na política - um ministro foi demitido por caçar sem autorização com o principal juiz espanhol no dia em que este ordenou a prisão de dezenas de membros da oposição do governo por supostamente beneficiar empresas em licitações.
(Sim, a Espanha é a América Latina da Europa)
Parece que até o tempo entrou no clima e o sol que estava firme e forte desde meados de fevereiro deu um sumiço.
Mesmo assim, tenho sentido que os espanhóis estão começando a buscar uma luz no fim do túnel. Os jornais se mostraram esperançosos com os resultados das eleições e as pessoas parecem saber que daqui a pouco o sol sairá de novo.
Da minha parte, essa foi uma semana produtiva. Finalizei o primeiro dos cinco trabalhos do master, que a turma comemorou com uma festinha ontem, e nesta manhã tive a reunião para fazer a "tarjeta de residência", que me permite trabalhar. Nesses dias, as aulas são sobre África, com um professor da República Democrática do Congo, que dá um panomarama muito diferente sobre tudo que eu já havia aprendido sobre o continente. Aliás, tenho que correr para a de hoje. Afinal, o ano já começou.

3 comentários:

Marcelo Alves disse...

Pelo menos os espanhóis têm esperança. Aqui o "gostinho" é de "revival" como todo mundo voltando ao mainstream político. Tem Collor, Renan Calheiros, Sarney, Michel Temer. É o futuro repetindo o passado num museu de grandes novidades. Tá feia a coisa.

Carolina disse...

Que foda ter aula com um cara do Congo. Bebe na fonte pra saber mais sobre a África, já que não temos informações mto precisas.

André Kano disse...

BTW, de 2 a 20 de março é o último mês do ano bahá'í, o mês de Jejum. Em 21 de março, equinócio de primavera para vocês aí em cima e de outono para nós aqui em baixo, um novo ano bahá'í se inicia. Símbólico também lembrar que é no equinócio que os dias e noites duram exatamente 12 horas. Para vocês, depois disso, haverá mais dia que noite e, para nós, o contrário.