quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Aeroporto

Já perdi a conta de quantas vezes fui ao aeroporto de Madrid. Para embarcar mesmo, poucas - e nessas geralmente estou correndo para não perder o voo. No restante, diria uns 80% das vezes, estou ali para buscar ou deixar alguém. Só nas ultimas três semanas, foram três, para buscar e deixar minha mãe - que passou 15 maravilhosos dias comigo - e pra buscar a Luci, uma amiga carioca (sim, meu quarto já virou albergue!).
Mas não que eu esteja reclamando. Pelo contrário: além de o meu cartão do metrô me permitir ir de graça até lá, adoro aeroportos. E não só o de Madrid. Adoro observar as pessoas que passam pra lá e pra cá, os encontros, o clima de "não-lugar"...
Pelo menos no caso de Madrid, a impressão que me dá é a de estar numa espécie de universo paralelo: você sai na rua cheia de gente e carros, geralmente com pressa e cheio de malas, pega o metrô e puff... de repente está ali, num espaço opaco, silencioso, com esteiras elétricas, cafés, pessoas cheias de malas, de destinos, de origens e de histórias estampadas nos seus rostos meio apáticos, meio blasé, com "cara de aeroporto".
Sempre que estou esperando uma chegada no portão de desembarque ou um último tchauzinho na fila de embarque - que, by the way, tem demorado bastante por causa do atual rito de passagem que inclui tirar botas, cintos, colocar os líquidos no saquinho, etc - me pego de repente parada observando todo esse "não-movimento", essas migrações instantâneas. E me dá vontade de ficar ali o dia todo.
Pode ser saudade de casa, vontade de ir junto ou mais bem maluquice minha mesmo (ou ainda os três juntos). Não importa. O que importa é que já desço no elevador que leva direto à estação do metrô esperando a próxima desculpa pra voltar. Segunda que vem já arrumei uma: vou receber a minha irmã e uma amiga.
Quem será o próximo???

4 comentários:

kitty disse...

eu,eu,eu,eu quero ser a próxima!
bjs

Fernanda disse...

A últma vez em que fui a um aeroporto foi ra deixar minha irmã e o marido que voltavam pra Israel.
Nossa, dá saudade só de lembrar.
Bjo amiga!

Clarice disse...

Amiiga,

eu queria ser a próxima!
mas pelo visto nçao vai dar... pipipi, coisas da vida (de uma capricorniana?!)
saudades muitas
seu blog é muito legal
minha amiga jirnalista chique chique chique!
boa sorte aí com as suas coisas!
besosssss

Bel disse...

Correção, as irmãs!

Aeroporto faz você viajar sem sair do lugar.

Até mais...